Skip links

Apresentação

A Escola Profissional de Paços de Brandão (EPPB) tem um papel crucial na formação e inserção dos alunos na sociedade atual, na medida em que as exigências, quer das empresas quer do meio envolvente são cada vez mais e maiores. Por isso, a introdução do ensino profissional em Paços de Brandão tem sido um desafio que dura há mais de 30 anos e continuará a sê-lo não só para a sua entidade proprietária, FEDESPAB – Associação de Ensino e Desenvolvimento de Paços de Brandão, mas também para todo o corpo docente, discente e colaboradores.

Ao longo dos anos, a EPPB afirmou-se no meio local e no concelho de Santa Maria da Feira, uma vez que tem dado resposta aos anseios/desejos dos formandos que querem conciliar uma formação teórico-prática para se integrarem, posteriormente, no mundo do trabalho. É de salientar que a EPPB tem respondido ao desejo de “formação contínua” de jovens que aqui puderam concluir o curso ou adquirir/certificar as competências.

História

A EPPB foi criada em 1989, sendo a primeira Escola Profissional do distrito de Aveiro.

Iniciou a sua atividade com 47 alunos, em regime pós-laboral, com duas turmas do Curso Técnico de Secretariado, em instalações da Junta de Freguesia de Paços de Brandão, ministrando cursos de nível II, da União Europeia.

Ao longo dos anos foram lecionados vários cursos desde Técnico de Gestão, Técnico de Serviços Jurídicos, Técnico de Higiene e Segurança e ainda o Curso de Especialização Tecnológica – Aplicações Informáticas de Gestão, de nível IV.

Com a publicação da portaria 782/2009, de 23 de julho, é oficialmente reconhecido aos cursos profissionais o grau de nível IV dentro do quadro de referenciação europeu. É conferido com equivalência ao 12º ano e acesso ao ensino superior.

Mais recentemente na sua história, a EPPB passou a incluir na sua oferta formativa os cursos de Técnico/a de Receção, Técnico/a de Vendas e Técnico/a de Comunicação, Marketing, Relações Públicas e Publicidade.

 

Visão, Missão e Valores

Visão:

“Ser uma escola de referência no panorama regional”

A EPPB será uma referência para a região onde se encontra inserida, pela qualidade da formação prestada, pela qualidade de todos os seus docentes e colaboradores, assim como pela promoção de valores

Missão:

A nossa missão passa pela formação de jovens, permitindo-nos capacitá-los com as ferramentas e com o conhecimento necessários para encararem o mundo do trabalho.

Valores:

Todos os membros da comunidade educativa cultivam as suas relações em torno de três domínios de valores, que se constituem como pilares da formação dos alunos da EPPB e da convivência no selo da comunidade:

Autonomia – Aplicação de procedimentos e ferramentas para a autodeterminação e para a construção da própria liberdade. 

Liberdade, Responsabilidade, Honestidade, Perseverança

Respeito – Baseia-se numa abertura à alteridade, a qual implica não só uma compreensão e um reconhecimento da diversidade, mas também uma disposição ativa para a não discriminação.

Verdade, Tolerância, Solidariedade, Participação

 Liderança – Capacidade de ação inovadora e exemplar no meio. Habilidade de influenciar pessoas para trabalharem entusiasticamente, visando atingir os objetivos identificados como sendo para o bem comum.

Excelência, Pro-atividade, Compromisso

GIP – Gabinete de Inserção Profissional

O GIP – Gabinete de Inserção Profissional tem por objetivo apoiar jovens e adultos desempregados na definição ou desenvolvimento do seu percurso de inserção ou reinserção no mercado de trabalho, em estreita cooperação com os Centros de Emprego do IEFP.

São ainda objetivos do GIP apoiar e ajudar jovens e adultos desempregados na procura do primeiro emprego, fornecer informação profissional, apoiar na procura ativa de emprego, divulgar programas e ofertas de qualificação e captar novas ofertas de emprego junto das entidades locais.

Responsável: Dra. Carla Oliveira

Horário: Terças e Sextas, das 09h30 às 12h00 e Quintas, das 14h00 às 16h30